terça-feira, 6 de julho de 2010

porchetta ou porketta


Esta foi a primeira vez que preparei uma porchetta. Isso já faz algum tempo. Visto minhas postagens escassas, as receitas vão se acumulando...mas vai, cada coisa a seu tempo.  Seria improvavel fazer esse tipo de cozido nos últimos dias, devido ao calor delicioso que finalmente chegou por aqui.
Já é sabido que minhas habilidades na cozinha são bem limitadas, e o preparo de carnes esta na lista dos limites. Também não sou muito chegada a carnes, talvez por isso não tenha ainda aprendido a prepara-las bem.
Quem aprecia carne de porco, certamente gostara de porchetta. Por causa do tempero com ervas frescas, cozimento lento, e a gordura junto a pele, o resultado e um assado muito saboroso e suculento. George as aprecia muito. Diferentemente de mim ele cresceu sendo alimentado com carne de porco e  também as prepara muito bem
Na medida do possível faço o que posso, e arrisco, as vezes obtenho sucesso. Desta vez o resultado agradou, mas já decidi que da próxima vez vou usar um pedaço de carne sem a gordura/pele. Nem tanto por cortar calorias, afinal não se come isso todos os dias, mas para ficar mais ao meu gosto.
Na Itália é bem comum os sanduiches com fatias generosas de porchetta. Muitas vezes vindas de porchettas feitas com porcos assados inteiros.
Também pelos USA afora, temos muito boas porchettas em diferentes lugares.
Aqui na Bay Area um desses lugares é o concorrido Zuni Café em San Francisco, onde a porchetta é bastante boa e leva alguns ingredientes diferentes da que preparei. Se quiser dar uma olhada na receita do Zuni você encontra aqui.  Uma pena que encontrei essa receita depois de já ter preparado esta, pois gostei mais. Ficara pra próxima.


Porchetta ou Porketta
com base nesta receita

Ingredientes:
20 folhas de sálvia fresca
3 ramos de tomilho fresco, talos removidos
3 ramos de alecrim, hastes removidas
2 dentes de alho picados
1 colher de sopa de sementes de erva-doce, levemente tostadas
1 1/2 colheres de chá de sal marinho, meio-grosso
1 1/2 colheres de chá de pimenta preta moída grosseiramente
2 kg de carne de porco sem osso, com a pele (paleta)
2 colheres de sopa de azeite extra virgem
1/2 xícara de vinho branco seco ou tinto.

1. Aqueça o forno a 250 graus.
Em um processador de alimentos ou à mão, pique finamente sálvia, tomilho, alecrim e alho em conjunto. Coloque a mistura em uma tigela pequena, adicione as sementes de erva-doce, sal e pimenta. Mexa bem.

2. Com uma faca afiada, faça cortes quadriculados na pele (não fiz esses cortes na pele).
Ainda usando a faca afiada,  faca cortes de cerca de 1,2 cm de profundidade em toda a carne e coloque 1/3 da mistura de ervas sobre os cortes. Isso ajuda a incorporar os temperos.

3.  Forme um rolo compacto com a peca de carne, (a pele na parte externa) e com barbante próprio de cozinha amarre de distancia em distancia para manter a peca bem fechada. Pincele azeite sobre a pele esfregue a mistura de ervas restantes. Coloque numa assadeira equipada com um rack e asse por 2 horas.

4. Despeje o vinho sobre a carne de porco e regue com os sucos acumulados. Continue a assar, regando a cada meia hora, até que a pele fique bem dourada e carne macia.
Retire do forno, deixe a carne descansar por 15 minutos antes de fatiar.

5. Entretanto, para obter a pele crocante, corte a tampa de pele e gordura. Coloque no rack da assadeira com o lado da pele para cima e leve ao broil por 3-6 minutos, ou até que formem bolhas crespas. Vigie de perto para que a pele não queime. Fatie o assado e corte de pele em pedaços para servir juntos. (Eu pulei esta etapa)
Servi com farofa de cebolas douradas e muita salada.

Rendimento: 6 porções.
 blooming roses in hot days

8 comentários:

Cris disse...

Olá Odete! Você limitada na cozinha? Com tantas receitas deliciosas aqui... esta mesmo, ficou linda, gostei da seleção de temperos, deve deixar a carne deliciosa. Beijos!

Gina disse...

Odete,
Quase não faço carne de porco, ma é uma delícia!
E as rosas, um espetáculo!
Nesse instante Alemanha e Espanha estão jogando. Suas raízes já ditaram a preferência e faz muito bem, mas aqui a torcida é outra... Vamos ver!
Bjs.

ameixa seca disse...

Limitada sou eu, nunca conseguiria fazer uma barriga de porco assim :) Que bom aspecto!

Priscila Beneducci disse...

Ficou com uma cara de delicioso!

Vc esta de parabens

angela disse...

ficou divina. bjs

Graciele Amâncio disse...

Que fome, estou com agua na boca, maravilhosooooooo....tbm amei as flores sao lindas...bjos

Iliane disse...

que visão maravilhosa dessa carne..eu amo..sou carinivora confessa..e ficou muito linda a sua carne..bjus

Bella disse...

Delicioso!