terça-feira, 26 de maio de 2009

pastrami


Pastrami é bem popular em NY. E quando la fui morar virei fã de carteirinha. Nas Delis de la, o sanduiche costuma ser feito com pão rye, acompanhado de picles de pepino e salada de repolho. Também mostarda de boa qualidade.
O pastrami foi introduzido na América em meados do século 19, por imigrantes judeus originários da Roménia. A palavra pastrami vem do Yiddish.
Por bom tempo havia parado de comprar pastrami por não encontra-lo feito sem adição de Nitrite - que é comummente adicionado a carnes conservadas. E que não é nada bom para a saúde.
Felizmente consegui encontra-lo sem essa adição, e ja posso de quando em quando me deliciar com essas fatias a casar bem com meu favorito ciabatta. Outra opção e fazê-lo em casa, receita aqui. Bem, ainda não me animei tanto para chegar a esse ponto. Mas quem sabe!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

ah, falando em flores lindas... a primavera

Hoje aproveitando o ensolarado feriado -Memorial Day - fomos comprar algumas flores para replantar aqui em casa. São tantas e tão lindas. Um festival de cores e alegria para os olhos.










domingo, 24 de maio de 2009

cinnamon swirl coffee cake


Sou muito fã deste coffee cake da Starbucks, e é pairing favorito para meu coffee ou green tea latte.

A Margarida fez esse bolo com a receita de viu na Epicurious. Assim que vi, fiquei com vontade de fazê-lo. E fiz, com algumas alterações - em vermelho.
Resulta um bolo grande, fofo e delicioso. Tão bom que já fiz duas vezes. Mas estas fotos são do primeiro.

Cinnamon swirl coffee cake - Starbucks
xícara medidora usada =220mlIngredientes:
Para a massa do bolo:
1 xic. de açúcar,
3 xic. de farinha de trigo,
1 colher de chá de fermento em pó,
1 colher de chá de sal,
120g de manteiga à temperatura ambiente,
4 ovos grandes,
1 colher de chá de extrato de baunilha,
1 xic. de leite,
1/2 xic. de sour cream - alteração por minha conta

Ingredientes para o swirl
1/2 xic de açúcar
1 xic. de nozes tostadas e finamente picadas,
1 colher de sopa de canela,
1 colher de sopa de cacau em pó, usei 2 col.

Preparo:
Pré-aquecer o forno a 180º.
Misture bem os ingredientes do swirl: açúcar, nozes, canela e o cacau em pó. Reserve.
Numa tigela à parte misture a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve.

Na batedeira, bata a manteiga até obter um creme fofo. Sem parar de bater vá acrescentando o açúcar aos poucos e depois os ovos, um a um, seguidos do extrato de baunilha.

Junte a mistura da farinha em 3 adições alternadas com o leite misturado ao sour cream em duas adições (farinha + leite + farinha + leite + farinha). *Coloque 1/3 da massa na forma (previamente untada e polvilhada com farinha) e espalhe por cima um pouco da mistura de nozes, canela, açúcar e cacau. Cubra com um pouco mais de massa e volte a espalhar por cima mais um pouco da mistura. Proceda da mesma forma até terminar a massa e a mistura, sendo que a última camada deverá ser de massa.Com uma faca faça cortes na massa de forma a conseguir um efeito ondulado. Leve a assar por aproximadamente 40/50 minutos.

* Coloquei metade da massa na forma e por cima, metade da mistura de nozes. Cobri com a massa restante e por cima desta o restante da mistura de nozes, levei a assar.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Cherry arriving


Para minha felicidade as cerejas estão chegando.
Estas são de cor alaranjada, lindas e doces.
Mais curiosidades sobre cerejas aqui

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Shrimp paprikash





Com os enormes camarões selvagens - ou seja, crescidos livremente e não em criadouro - resolvi fazer algo bem simples e sem receita especifica, mas que tivesse um Q da cozinha húngara.

Já comprei sem as cabeças. Tirei então as cascas, tripas e veias, temperei levemente com sal e pimenta moída na hora, gotas de limão e deixei tomar gosto por uns minutinhos. Salteei em manteiga misturada com azeite de oliva e alho, bocados de paprika doce e picante. O cozimento é bastante rápido. Desliguei o fogo e acrescentei creme de leite azedo (sour cream), e coentro fresco picadinho.

Para os discos de batata palha, usei batatas amarelas (orgânicas) de casca bem fina, que lavei e enxuguei bem. Ralei em fiapos num mandolin, sobre um pano de prato para absorção do liquido soltado. Fritei em azeite de oliva, pequenas porções de batata numa frigideira redonda, e coloquei sobre papel toalha para absorver excesso.

Servi os camarões em molho de paprika, sobre os discos de batata. E uma salada de folhas tenras de alface para acompanhar.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Files de Orange Roughy Italian-Style




Não sei o nome desse peixe em português, mas o fato é que Orange Roughy é um peixe de carne branca firme, e sabor bem delicado. Os temperos só fizeram ressaltar seu delicioso sabor.

Ingredientes:
1/4 xic de pão esfarelado- pode ser panko
2 col. (soap) de queijo Parmesão ralado
2 col (sopa) de queijo Romano ralado
1/4 col (cha) de alho amassado - ou use alho em pó
1 pitada de oregano seco
sal e pimenta moída - a gosto

1/2 files de peixe - orange roughy
1/4 xic. de manteiga sem sal, derretida - ou azeite de oliva
1 punhado de salsa fresca picada fino


Preparo:
Misture no processador ou mesmo junte com as mãos numa tigela os primeiros 6 ingredientes.

Passe os files de peixe pela mistura, pressionando bem.

Numa frigideira de fundo grosso aqueça a manteiga e doure os files dos dois lados. Se preferir pode-se fazer no forno.

Polvilhe a salsa picada antes de servir.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Apple coffee cake - Bolo de maçã

Tem algumas receitas que são atraentes talvez pelo inusitado modo de fazer. É o caso desse bolo que leva agua morna como o ultimo ingrediente a ser colocado. Pareceu-me coisa meio duvidosa. Mas porque não tentar!

Não posso dar os devidos créditos da receita, pois estava num daqueles recortes amarelados, tirado há algum tempo de alguma revista. Mas seja la de quem foi essa ideia, ela foi boa, o bolo fica úmido, levinho e cheiroso.


unid. medidora xícara=220ml
Ingredientes:
2 xic. farinha de trigo
1 xic. de açúcar - usei cristal integral
1 col. (sopa) de fermento em pó
1/4 xic. de óleo vegetal - usei de sementes de uva
1 pitada de sal
2 ovos grandes
1 maçã grande, ralada com a casca
1 col. (chá) de canela moída
1/2 xic. de uva-passa
1/2 xic. de nozes grosseiramente picadas
1 col. (chá) de raspas de laranja
1 xic. de agua morna (mais para quente)

Preparo:
Na tigela da batedeira colocar o açúcar, ovos, óleo, sal e bater ate obter uma mistura cremosa. Colocar a farinha, fermento, misturar muito bem. Juntar a maçã ralada, canela, passas, nozes e raspas de laranja. Juntar então a agua morna e bater ate ficar 'espumante'.

Despejar a massa em forma redonda (ou de buraco no meio), untada e forrada com papel manteiga. Levar ao forno pré-aquecido por 40 minutos.

Deixe esfriar sobre uma grade e polvilhe o bolo com uma mistura de açúcar e canela (opcional).

terça-feira, 5 de maio de 2009

Viva Cinco de Mayo

Com caipirinha de cachaça Leblon no Restaurante Cascal


domingo, 3 de maio de 2009

Tarte de Ameixa

Parece ate uma retribuição, mas não é intencional. Quando a Ameixa publicou essa receita, já coloquei logo na infindável lista dos 'to do'. Resultou em mais uma combinação ameixa / coco que deu muito certo. Boa mesmo!

Usando as palavras dela, esse é realmente um docinho pra "trincar".




Receita

Ingredientes:
1 xic. de ameixas secas sem caroço
1/2 xic.de água
1/2 xic. de açúcar
1 pacote de natas - *usei 200ml de creme de leite fresco
200ml de leite
3 ovos
1 xic. de farinha de trigo
1 col. (sobremesa) de fermento em po

Forma retangular untada e forrada com papel manteiga
Ameixas em calda para decorar -* não usei
Recheio:
1 lata de leite condensado
100g de coco ralado
Preparação:
Leve a ferver as ameixas, a água e o açúcar e cozinhe por 10 minutos depois de ferver. Espere esfriar e bata no liquidificador com o creme de leite, o leite, os ovos e a farinha até estar incorporado.
Junte o fermento e misture delicadamente sem bater. Numa assadeira rectangular de 29 x 22cm, despeje metade da massa e espalhe o leite condensado e o coco ralado sobre ela. Cubra com a massa restante e leve ao forno médio, pré-aquecido, por 40 minutos ou até dourar. Corte em quadrados e decore com as ameixas em calda. Sirva morna ou fresca.