sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

David Goldman - A luta de um pai para ter seu filho de volta

No Brasil muita gente não saibe dessa historia. Quem ler a respeito vai saber porque a historia não esta sendo divulgada la. Aqui esta nas manchetes da midia, e hoje a noite NBC vai mostrar a historia no Dateline.
Tenho meus principios, sou avessa as polemicas desnecessarias, mas quero usar esse meu espaco para ser solidaria com a luta de David Goldman.

Boa sorte David!

Aqui voce pode ler mais sobre o caso em portugues




Trio Mix Jamine Rice

Esta combinação perfumada com 3 cores de arroz Jasmine; marron, preto e vermelho. É garantia de sabor e muitas fibras, tão essenciais a saúde.
Para preparar esse tipo de arroz, costumo cozinhar só com agua, para depois refogar em azeite e alho ou então servir com outros pratos que tenham caldo ou molho.

Aqui com brocolis salteados em azeite e Dal de lentilhas.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Bolo de maçãs (inteiras)

Com uma porção de maçãs pequenas e doces, resolvi fazer esse bolo, pois achei o tamanho delas ideal para tal. Foi a segunda vez que fiz esse bolo com maçãs inteiras. A primeira vez que fiz (e não postei) foi logo que o vi nesse blog. Na ocasião fiz acompanhando a receita a risca (com a receita impressa ao meu lado), e usei maçãs maiores, cortadas nas extremidades. Desta vez, que foi no Sábado, resolvi contar com minha "boa" memoria, e guess what?! - esqueci de assar as maçãs antes de colocar a massa do bolo. Nice ah!
Devo dizer que essa falha, alterou sim o resultado final, pois as frutas encolheram no cozimento e ficaram meio que soltas e menos macias que da outra vez. Mas devo dizer tambem, que não comprometeu em nada o sabor e o aroma. Este é um bolo a ser repetido muitas e muitas vezes. E com certeza, para melhor resultado, não vou mais esquecer de assar as maçãs. Lição aprendida!

Ingredientes:
5 a 6 maçãs medias
Para rechear as maçãs: nozes trituradas e uvas passas (receita original)
Na minha versão, usei nozes, açúcar mascavo e canela
Para o bolo esponja:4 ovos
4 col. (sopa) de açúcar
4 col. (sopa) de óleo
4 col. (sopa) de farinha de trigo
1 col. (chá) de fermento em pó
Preparo: Descasque e retire os miolos das maçãs. (passei suco de limão nelas para não escurecem).
Unte com manteiga uma forma de aro desmontável e forre o fundo com papel manteiga. Coloque as maçãs, recheie suas cavidades e leve ao forno (200ºC), asse por 20 minutos. (essa foi a parte que pulei desta vez, e digamos quase comprometeu o resultado).
Enquanto as maçãs estão assando, prepare a massa do bolo. Bata muito bem os ovos e açúcar ate ficar bem fofo. Adicione o óleo, farinha e fermento, misture bem ate estar bem agregado e espalhe a massa igualmente sobre as maçãs assadas. Leve ao forno e asse por 20 a 25 minutos. Teste espetando um palito, que saindo limpo o bolo esta assado.
Retire do forno e deixe esfriar na forma por 10 minutos. Corra uma faca fina nas bordas da forma, abra a forma e vire o bolo sobre uma grade. Depois de frio coloque num prato de servir. Ele fica bonito dos dois lados, então tanto faz ...up or dow, fica à conveniência.
Na receita original, o bolo leva cobertura, o que o torna bem festivo e pode ser transformado em sobremesa. Não fiz. Economizei nas calorias e ficou um bolo simples, bom para acompanhar uma xícara de chá ou café.





quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Guava curd / Curd de goiaba

Curd de goiaba e uma delicia típica do Hawaii. Esse, ganhamos junto com outras gostosuras numa cesta de Natal vinda de um colega de trabalho do Geo.
O mesmo fabricante, faz também outros curds de frutas consideradas exóticas. Pode ser uma boa ideia para quem mora no Brasil e quiser fazê-los em casa, pois tem abundância dessas frutas por la.

Falando em presentes, aproveito para colocar este selinho muito legal que recebi da atenciosa Gina, a quem agradeço de coração.
Como demorei tanto para postar, acho que esta meio tarde para indicar, então o dedico a todos os blogs que visito e me visitam.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Korean ribs à brasileira


Não como carne com muita frequência, mas devo admitir que alguns cortes de carne são bastante saborosos. Para mim, um deles é a costela bovina, sem gordura.
Por aqui a encontramos nesse corte bem fino, apropriado para o churrasco coreano.
Desta vez as preparei na frigideira, aceboladas bem ao gosto brasileiro. Servi com baby espinafres salteados em azeite, alho e sal, e mandioca cozida. Bem acompanhada de um Cabernet Sauvignon Paul Masson , que compramos na winery aqui pertinho, nas montanhas de Saratoga.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Bolinhos fritos de figo seco e laranja cristalizada / Fig and candied orange fritters

Por bom senso, evito quanto posso fazer fritura, especialmente as de imersão. Mas desde que a revista chegou e vi esses bolinhos que levam figo e laranja juntos, sabia que logo iria ceder a tentação.
Para justificar o pecado, usei a desculpa de que os vizinhos vinham para o chá no fim da tarde. Boa essa, hein!!!

Receita
Ingredientes:
2 1/3 xic. de farinha de trigo
1 1/3 xic. de açúcar
1/2 xic. de leite integral
3 ovos grandes
5 col. (sopa) manteiga sem sal, derretida
1 col. (sopa) de extrato de baunilha
2 col. (chá) de fermento em pó
1 col. (chá) de sal
1 xic. de casca de laranja cristalizada - picada
1 xic. de figos secos picados
Óleo vegetal, suficiente para fritar em imersão

Preparo:
Numa tigela misture juntos, farinha, 1/3 de xic. de açúcar, leite, ovos, manteiga, baunilha, fermento e sal ate obter uma lisa. Junte a laranja cristalizada e figos, misture bem.
Coloque a xícara de açúcar restante numa travessa rasa.
Numa panela grossa, aqueça o óleo a 190 ºC em fogo médio-alto. Com uma colher de chá coloque porção da massa a fritar, mais ou menos 10 por vez, ate estar bem dourados. Virando uma vez. Leva cerca de 1 minuto. Com uma escumadeira transfira os bolinhos sobre papel toalha para absorver excesso de óleo e então a travessa com açúcar. Servir a seguir.
Usei fritadeira eletrica, acho mais fácil para feitura de imersão, do que no meu fogão que é de vidro cerâmico.
Também misturei canela ao açúcar onde passei os bolinhos depois de fritos. Por que? Porque não!


Recipe in english
Fig and candied orange fritters (frittelle di fichi e arance candite)

Ingredients:
2 1/3 cups unbleached all-purpose flour
1 1/3 cups sugar
½ cup whole milk
3 large eggs
5 tablespoons unsalted butter, melted
1 tablespoon vanilla extract
2 teaspoons baking powder
1 teaspoon salt
6 ounces candied orange peel, chopped into ¼-inch pieces (about 1 cup)
6 ounces dried figs, chopped into ¼-inch pieces (about 1 cup)
About 3 quarts vegetable oil
Instructions
In a bowl, whisk together flour, ⅓ cup sugar, milk, eggs, butter, vanilla, baking powder and salt until smooth. Whisk in candied orange and figs. Place remaining 1 cup sugar into a large shallow bowl.Heat about 3 inches oil to 375° in a 4- to 5-quart heavy pot over medium-high heat. Drop teaspoonfuls of batter into oil, about 10 at a time, and fry until puffed and dark golden, turning once, about 1 minute. Using a slotted spoon, transfer puffs to paper towels to drain. Immediately roll in sugar. Serve warm or at room temperature.

Source: La Cucina Italiana Feb/09

sábado, 17 de janeiro de 2009

Yam - ou seja, batata doce

Simples assim, assada com um nuvenzinha de canela moida. Deliciosamente saudavel!

Cozido de garbanzo e couve

Esse cozido seria bem mais apropriado para um jantar de noite fria, mas acabou sendo o jantar de uma noite não tão fria. Estamos em pleno inverno, mas aqui nessa parte da California, a semana que passou foi de temperaturas amenas, dias ensolarados e ceu azul, que remetem a primavera. Enquanto boa parte do pais esta com temperatura congelante a um digito ºF. Bem, eu estou adorando. Um único porem e a falta de chuvas, que normalmente ocorrem em Janeiro. Ate agora foram poucas e isso a longo prazo trará consequências... talvez as teremos em Fevereiro...

Aqui em casa gostamos muito de grão-de-bico (não sei porque, mas não gosto desse nome) prefiro garbanzo, soa melhor, enfim...numa operação usar o que tem, juntei alguns ingredientes e resultou um cozido - ou sopão - bem substancioso.
Cozinhei 2 xic. de grão-de-bico - que foi deixado de molho durante o dia - num litro de caldo de legumes e uma folha de louro.
A parte refoguei 2 dentes de alho em 2 col.(s) de azeite, juntei um punhado de tender de porco defumado (sobras), um maço de couve crespa - folhas grosseiramente rasgadas, cominho, sal e pimenta vermelha seca triturada. Misturei ao grão-de-bico cozido e deixei ferver um pouco. Servi quente com um fio de azeite.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Camarão ao curry verde

Fiz esse camarao ao curry verde que servi com macarrao de arroz. Foi o primeiro prato para testar a pasta de curry que aprendi a fazer. E cuja receita tambem esta aqui, abaixo.

Camarão ao curry verde
Ingredientes
:
1kg de camarão, descascados e limpos- usei médio
2 col (sopa) de azeite de oliva
1 xic. de caldo de galinha
400 ml de leite de coco
1 pimentão vermelho, 1 pimentão verde, 1 pimentão amarelo, sementes removidas, cortado em cubos
3 col (sopa) de pasta de curry verde, ou a gosto (receita abaixo) - ou comprado pronto
2 cenouras, a julienne
1 cebola grande, cortada fina
1 shallot, cortada fina
1 col (chá) de açúcar de palma ou açúcar mascavo)
1col (sopa) de molho de peixe (ou ao gosto)
1-2 punhados grandes de folhas frescas de manjericão
3 cebolinhas verdes em fatias finas
1 col (chá) de óleo de gergelim (ou ao gosto)
sal a gosto
Preparo: Dourar a cebola e a shallot no azeite quente (ou qualquer óleo que você preferir). Adicione a pasta do curry e frite-a por apenas um momento, a seguir adicione o caldo de galinha e o leite de coco, abaixe o fogo para cozer a fogo brando. Adicione todos ingredientes restantes exceto o camarão, o manjericão, a cebolinha verde e o óleo de gergelim. Coza em fogo brando por mais um pouco, misturando ocasionalmente. Prove para ver se a quantidade de pasta de curry, molho de peixe e de sal esta a seu gosto. Adicione o camarão e o manjericão e misture, deixando ferver até ficarem os camarões ficarem opacos. Remova do calor e junte por último a cebolinha verde e óleo de gergelim.
Sirva com arroz ou macarrão de arroz.

Pasta de curry verde / Green Curry Paste
15 pimentas serrano, talos e sementes removidos
4 jalapeno chiles, talos e sementes removidos
4 hastes de erva-cidreira / lemongrass - somente a parte mais clara perto da raiz
2 shallots medias
20 dentes de alho
1/4 xic de folhas de coentro fresco
3 col (sopa) de galangal fresca ou gengibre - ralada
2 col (sopa) de sementes de coentro moidas
2 col (chá) de sementes de cominho
2 col (sopa) de óleo de milho - ou outro de preferência
4 col (chá) de casca de limão ralada (zest)
1 col (chá) sal
1/2 col (chá) de pimenta-do-reino moída
1/2 col (chá) pasta de anchova
Pique todos os ingredientes frescos. Toste as sementes de coentro e o cominho numa frigideira seca e quente ate exalar as frangancias.
Coloque tudo no processador de alimentos e bata ate formar uma pasta lisa.

sábado, 10 de janeiro de 2009

Banana tarte Tatin



Tart Tatin que originalmente é feita com maças, fica também muito boa com outras frutas.
Muito versátil e fácil de fazer, é uma sobremesa que agrada principalmente servida quente nos dias frios de inverno.
Esta fiz com bananas e raspas de laranja.

Ingredientes:
1 folha de massa folhada (puff pastry) -comprada congelada e descongelada em temperatura ambiente por 10 minutos.

3 bananas cortadas ao meio e também no comprimento - 12 pedaços no total

casca de uma laranja ralada fino - só a parte amarela

1/2 xic. de açúcar - usei cru, amarelo

3 col. (sopa)de manteiga

Preparo: Numa frigideira pesada e que possa ir ao forno, colocar o açúcar e levar ao fogo ate formar um caramelo. Retirar do fogo, colocar a manteiga e misturar ate estar bem incorporado. Distribuir as fatias de banana com a parte arredondada para baixo - lembra do visual, a torta será invertida depois de pronta - espalhar as raspas de laranja sobre a banana. Colocar a folha de massa folhada sobre as bananas. Levar ao forno pré-aquecido 200ºC e assar por 20 a 25 minutos - a massa deve estar fofa e dourada. Deixar esfriar por mais ou menos 20 minutos e inverter sobre um prato. Sorvete de baunilha ou coco pode fazer uma bela parceria na hora de servir.

Nota:
Sempre ter muito cuidado quando se faz caramelo, principalmente quando se junta algo frio, nesse caso a manteiga.
A massa folhada que compro, vem em quadrados e uso assim mesmo na frigideira redonda.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Stuffed butternut squash


Poucos ingredientes, uma refeição light, saudável e também muito saborosa. Bem apropriada pra depois das extravagancias gastronómicas de fim de ano.
A receita é da Delicious Magazine UK .
Fiz uma alteração e assei toda a abóbora ao invés de refogar crua as partes dos pescoços, como sugeria a receita. Preferi assar, pois fica mais saborosa e também mais pratico.
Ingredientes:
2 abóboras - butternut squash, cortadas ao meio no comprimento e sementes removidas
2 col. (sopa) de azeite de oliva
1 pimenta vermelha sem sementes e finamente cortada
300g de espinafre
Suco de meio limão
100g de queijo de cabra esfarelado - usei um vem com pimenta-do-reino
2 col. (sopa) de sementes de abóbora -torradas
Preparo:
Pré-aqueça forno 180ºC. Unte as abóboras com azeite, coloque num tabuleiro e leve ao forno por 20 a 25 minutos.
Depois de assadas, separe o pescoço da parte arredondada com cavidade.
Descasque e corte em cubos as partes dos pescoços e refogue em azeite juntamente com a pimenta. Junte o espinafre ate murchar, tempere com sal e pimenta a gosto. Retire do fogo, misture o suco de limão, o queijo e as sementes de abóbora.
Com esta mistura recheie as cavidades das abóboras e volte ao forno com o grill pré-aquecido na temperatura media e deixe em torno de 5 minutos ou ate o queijo começar a derreter.

Enjoy!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Salada de caranguejo e um alegre Golfinho de brinde

Estamos na época dos caranguejos (embora esteja sendo considerada, ou divulgada como a pior temporada dos últimos anos). Mesmo assim consegui comprar alguns muito bons, que comemos de maneira tradicional, quebrando e degustando. Com as sobras aproveitei pra fazer esta salada.
Falando em mar, aproveito para exibir com prazer o Golfinho alegre, que me foi dado pela querida e super alto astral Teia . Obrigada minha amiga, é uma felicidade te-la no meu caminho.

Ah, a salada:

2 xic. de carne de caranguejo cozida, fria

1 xc. de salsão finamente picado

1/4 de xic. de pimentão vermelho picado

1 xic. tomates pequenos cortados ao meio

1 avocado picado

1 col. (sopa) de suco de limão

3 col. (sopa) de maionese

sal e pimenta a gosto

Misturei tudo delicadamente e servi sobre um mix de folhas verdes e roxas e algumas ervas frescas.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Dia do Vizinho - Muffins de Natal

A querida Gina , promoveu no blog dela o evento do Dia do Vizinho, 23 de Dezembro - que eu nem sabia que existia. Pois então, a ideia muito boa por sinal - era presentear o vizinho com algo caseiro - publicar a receita e contar a reação. Já estava nos meus planos fazer algo para dar aos meus vizinhos e alguns amigos mais próximos, mas não sabia o que fazer. Choveu um monte de ideias boas na minha cachola oca, mas acabei me decidindo por essa receita que já havia feito outra vez e saiu bem. Alem do que é muito fácil. A intenção era publicar no tempo estipulado, mas andei tão atrapalhada que não deu . Ai, trocando visitinhas, a Gina me disse para publicar assim mesmo, meio tarde. Então aqui esta.
Muffins de Natal
A ideia dessa receita Christmas muffin mix é exatamente para presentear. Basta colocar os ingredientes secos pela ordem num vidro de 1 litro com fechamento hermético. Fazer uma etiqueta bonita listando os ingredientes que precisam ser acrescentados (líquidos), bem como o método de preparo. Enfeitar a borda do vidro com ráfia ou fita e amarrar junto uma colher de pau.

Detalhe: Pode-se variar o tipo de especiarias e frutas, atendendo o gosto da pessoa ser presenteada.


Como as vizinhas e amigas a quem presentei não são nem um pouco chegadas ao fogão, fiz os muffins, embalei e entreguei prontinhos para serem comidos.
Recebi em troca, sorrisos felizes e posteriores comentários de que estavam muito bons. Agradou geral!!!

Receita
Ingredientes secos:
300g de farinha de trigo com fermento ( se usar farinha sem fermento, use 1 col. (chá) de fermento em pó)
2 col. (chá) de bicarbonato de sódio
2 col. (chá) e canela moída
2 col. (chá) de mix de especiarias moídas (cravo, all spice, cardamomo, noz-moscada)
100g de nozes (pecans ou walnuts) grosseiramente picadas
140g de frutas tropicais secas
100g de açúcar mascavo claro
Ingredientes líquidos:
2 ovos ligeiramente batidos
300ml de leite
100g de manteiga derretida.
Preparo:
Numa tigela misture os ingredientes secos, junte os ovos batidos, o leite e a manteiga. Misture ate incorporar bem. Não precisa bater. Coloque as forminhas de papel em 12 formas de muffins e distribua a massa por igual. Leve para assar em forno pré-aquecido 190ºC por 18 a 20 minutos - bom ficar de olho pois fornos variam - ou fazer o teste do palito para saber se esta assado. Depois de assados colocar sobre uma grade ate esfriarem completamente.

sábado, 3 de janeiro de 2009

Reveillon no Teatro ZinZanni - SF

Sob a tenda do Teatro ZinZanni, no Pier 29, tivemos nosso Reveillon em grande estilo.

Que noite alegre e festiva!
Nos divertimos muito com o show naquele ambiente de fascinação e charme dos Cabarés Europeus e o encantamento e magia do Circo.
Até o tempo que costuma não ser muito acolhedor nesta época do ano em SF, estava bastante favorável. Fazia bastante frio, com nevoeiro leve, e felizmente não chovia
Nossa "festança" teve inicio já na no começo da tarde de 4ª quando nos e um casal de amigos rumamos para SF e nos instalamos confortavelmente no nosso hotel, onde champagne, flores e chocolates nos esperavam com as boas-vindas. Continuou mais tarde, as 7:00, com cocktail no lobby do teatro, seguido do inesquecível "New Year's Eve Gaia Performance" que incluía a five-course gourmet meal, sobremesa, café e champagne para o brinde a meia-noite. A parte, elaborado "wine pairings" selecionado por sommelier para acompanhar cada prato oferecido/servido.
Tudo servido nos intervalos do show, com atenção e simpatia por moças e moços vestidos a carater. Alias, cada prato servido era um show a parte - ou melhor, fazia parte do show.
Na mesa mais alguns brindes para a ocasião; chapéus para os homens e penachos para as mulheres, com o obvio "Happy New Year" em letras brilhantes.
Não temos muitas fotos alem da tipo souvenir. Uma vez acomodados na tenda, não é permitido fotografar. Perfeitamente compreensível.
A meia-noite brindamos a chegada do Ano Novo e dançamos felizes. Depois nos despedimos das pessoas nas mesas próximas e caminhamos de volta ao hotel no meio da multidão que acabara de ver a tradicional queima de fogos no Embarcadero.
Vale ressaltar que nada nos decepcionou.
Ah, para quem quiser brincar de uma viagem ao tempo, esse é o lugar ideal para se vestir com roupas estilo cabaré, e ter uma noite bem divertida