quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

thai crab cakes & cilantro-peanut sauce

poderíamos chama-los de hamburguers de caranguejo com molho de amendoim e coentro?

O ultimo fim de semana foi de muito frio, chuva e vento. Mas para nossa felicidade a semana começou com dias de sol brilhando, temperaturas mais confortáveis e céu azul.
A proximidade da primavera tras mudanças notórias por todos os lados e ao nosso ânimo tambem. Deu vontade de suspender temporariamente as sopas que frequentaram o cardápio quase fixo, e dar um ar refrescante ao jantar. Fiz esses crab cakes com a receita que encontrei aqui . Usei a carne de caranguejo que comprei fresca e congelei há duas semanas. Com algumas alterações aqui e ali, o resultado foi muito bom. Servi com salada de alface, tomates e rabanetes vermelhos. Ah, e o molho de amendoim, que trouxe boas lembranças da Ásia.
Ingredientes:
1/2 kilo de carne de caranguejo
1 1/4 xic. de pão fresco esfarelado
1 xic. de brotos frescos de feijão, picados
1/2 xic. de pimentão vermelho em cubinhos
1/4 xic, de cebolinha verde picada
1/4 xic. de coentro fresco picado
1 ovo
1 clara levemente batida
2 col. (sopa) de suco de limão (usei o siciliano)
1 col. (cafe) de raspas de limão
sal e pimenta a gosto

2 col. (sopa) de azeite para cozinhar

Numa tigela combine bem todos os ingredientes (exceto o azeite).
Divida em 8 porções iguais formando os cakes. Numa frigideira de fundo grosso frite-os no azeite por 3 minutos de cada lado, ou ate ficarem dourados.

Sirva com o molho de pasta de amendoim e coentro:
Para o molho de amendoim:
1/4 xic. de vinagre balsâmico
1 col. (sopa) de açúcar granulado
2 col. (sopa) de açúcar mascavo
2 col. (sopa) de molho de soja
1/2 col. (chá) de pimenta vermelha seca
sal a gosto
1 dente de alho espremido
2 col. (sopa) de creme de amendoim (peanut butter)
1/2 xic. de coentro fresco picado
2 col. (sopa) de hortelã fresco picado
Numa panela misture os 7 primeiros ingredientes e leve para ferver mexendo para dissolver o açúcar. Tire do fogo e junte o creme de amendoin, misture para incorporar bem.
Deixe esfriar, misture o coentro e hortelã e sirva.

obs: o creme de amendoim, para quem não tem facilidade de encontrar pronto - pode ser feito no liquidificador ou processador, com amendoins torrados pelados e um pouquinho de agua quente.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

better put on your sunglasses...

sparkling blue day like Guilherme's blue eyes!
lindo filho da minha sobrinha Andreia

flaxseed crepes - panquecas com sementes de linhaça


Por inumeras e boas razões as sementes de linhaça estão sempre presentes na nossa alimentação. Procuro diversificar sempre o uso delas.
Esses crepes para o café da manhã, são bem nutritivos e aceitam bem geleias, queijos, frutas frescas e compotas.

Ingredientes:
1 xic. de leite
1 ovo
2/3 xic. de farinha de trigo
1/3 xic. de sementes de linhaça trituradas
1 pitada de sal
1 pitada de açúcar

oleo de canola para untar a frigideira

Preparo:
Bater todos os ingredientes no liquidificador, deixar descansar por 5 minutos.

Aquecer uma frigideira de ferro, ou antiaderente e untar com oleo removendo o excesso com papel toalha. Esse processo deve se repetir entre uma panqueca e outra.
Preparar as panquecas com porções da massa cobrindo o fundo da frigideira, cozinhar até dourar levemente dos dois lados.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

gnocchi romana


Ja comi esse gnocchi muitas vezes, mas esta e a primeira vez que arrisquei fazer. É um prato muito facil de fazer e pode ser preparado com antecedência e mantido na geladeira. Uma boa opção para salvar o jantar nos dias de correria.
Ingredientes:
3 1/4 xic (chá) de leite
1 pitada de noz-moscada ralada
6 col (sopa) de manteiga - *usei 4
1 1/4 xic (chá) de semolina
1 1/2 de queijo parmesão ralado
2 ovos
sal e pimenta moida a gosto
1/2 xic. (chá) de queijo suisso ralado para gratinar
Preparo:
Por o leite para ferver numa panela de fundo grosso, junte a noz-moscada, 2 col. de manteiga e o sal.
Em fogo baixo, gradualmente acrescente a semolina misturando muito bem para não empelotar e cozinhe por 10 minutos sem parar de mexer. Retire do fogo e junte o queijo parmesão.
Espere amornar e junte os ovos ligeiramente batidos, mexa até incorporar bem. Despeje numa forma tipo tabuleiro untada com oleo, nivelando para obter a espessura de 1/2 inch / 1 cm. Cubra com filme plastico e deixe esfriar completamente. Leve a geladeira por pelo menos 1 hora.
Com um cortador redondo (1 1/2 inches / 4cm) forme os gnocchis. É bom untar o cortador com oleo, para evitar que grude. Coloque as rodelas sobrepondo uma nas outras, em um refratario untado com manteiga.
Salpique com o queijo suisso ralado e a manteiga restante.
Leve para assar em forno pre-aquecido 400ºF / 200ºC por 25-30 minutos, e ficarem dourados. Servir quente, enfeitado com manjericão fresco. Não usei, pois não tinha.
Servi com salada mista de folhas e tomates.

*Dica do autor: Para uma versão menos calorica, omita os ovos - eu omiti parte da manteiga.

fonte: The Italian Cookbook by Fiona Biggs

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Ben-Hur, uma sessão nostalgia...

Na semana passada eu estava selecionando alguns filmes - na comodidade da Netflix - para assistirmos durante a semana. E quando, dando uma olhadinha nos classicos do cinema, não pude conter meus olhos, la estava ele BEN-HUR...meu primeiro filme no cinema! Claro que coloquei na lista dos filmes escolhidos e ainda alterei a ordem para que chegasse logo.

A memória é algo fascinante, numa fração de segundos era como se voltasse àquela tarde de Domingo, na matine do cinema com meus pais e meu irmão mais velho. Eu, com meu vestidinho amarelo de seda cristal e laço de fita na mesma cor a prender meus cabelos ralos e o sabor do picole de groselha na sorveteria da praça.
A magia do cinema perpetua memórias e o filme tem o poder de resgatar emoções. Como eu era ainda muito pequena, a historia do filme tinha se perdido, mas ainda estavam vividas as imagens daqueles cavalos correndo dentro da tela gigante e que parecia, podiam sair de la e invadir a sala a qualquer momento. Foi muito bom ver o filme outra vez.

Aproveitando que a tarde de ontem foi chuvosa e fria, fiz esse bolo para acompanhar o chá da minha sessão nostalgia.

A receita é do Rainhas, e muito facil de fazer.
Juntar 1 lata de leite condensado, 100 gr. de coco ralado - usei seco, 3 ovos, 1 col. (sopa) de fermento em pó para bolo.
Bater tudo no liquificador e despejar numa forma de buraco no meio, untada e polvilhada de farinha - fiz esse processo, porque li os comentarios e achei mais prudente.Assar em forno pre-aquecido a 180ºC por 40 minutos. Resultado: Cresceu bastante enquanto assava, mas depois de sair do forno abaixou formando uma canaleta, mas continuou fofinho. O sabor lembra as queijadinhas tão comuns no Brasil.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

A Fabricia gentilmente me convidou para essa brincadeira: "Algumas Manias" e "A minha é maior que a sua", aceitei e aqui esta.
Acho que tenho tantos habitos e manias que ja não sei mais o que é um ou outro.
Mas vamos as mais evidentes:
- Lavar as mãos
- Comprar cremes e sabonetes
- Tomar um copão d'água ao levantar
- Verificar os pneus do carro antes de começar a dirigir
- Olhar se aparelhos estão desligados antes de sair de casa - ja voltei muitas vezes pra checar!
- Comecar a ler revistas de trás para frente
- Comprar revistas e livros sobre: saúde, culinaria, etnias, moda e viagem - biografias tambem
- Ler, ler e ler...
- Pendurar as roupas no armario, por ordem de cores - isso vale pras gavetas tambem
- Mas acho que e a maior mania é limpeza ... esponja e sabão...

Sobre livros...são muitos, mas poucos (ainda) de culinaria. Por isoo acho que "a minha não é maior" que a de ninguem...and ashamed have to confess: Não tenho nenhum livro de receitas em Portugues ;-(...ops! Mas tenho um monte de receitas brasileiras copiadas em CDs, recortes, etc. Tem sido um grande desafio cozinhar todos os dias, mas muito gratificante tambem.
Ainda me considero uma novata na cozinha. Gosto de cozinhar e venho me empenhando em faze-lo bem.

Estes sao alguns dos livros...












domingo, 17 de fevereiro de 2008

camarões na tequila


A falta de tempo se juntou a necessidade de dar fim a 2 pimentões que estavam quase a murchar, e resultou num arroz colorido e muito aromático que foi servido com camarões "scampi" na tequila.
Feito assim:
Em 1 colher (sopa) de azeite refoguei os pimentões (1 vermelho e 1 verde) em cubinhos e 1 xic. de ervilhas verdes congeladas. Cozinhei por 5 minutos e misturei a 3 xíc. de arroz cozido e quente.
Numa outra frigideira, juntei 2 col. (sopa) de manteiga sem sal com uma colher de azeite, dourei 3 dentes de alho picados, juntei 1/2 quilo de camarões frescos (sem cascas, veias e tripas), deixei refogar ate ficarem levemente rosados, flambei com 3 col. (sopa) de Tequila. Corrigi o sal, acrescentei pimenta-do-reino moída, uma pitada de paprika picante e o suco de um limão siciliano. Serví sobre o arroz colorido, com coentro fresco picado.

cranberry scones


A primeira vez que comi um biscoito desses, faz muito, muito tempo. Foi em Portland no Estado do Maine. Estava adiantada demais para uma reunião e resolvi matar o tempo numa padaria local. Pedi um café e um daqueles feios biscoitões que acabara de sair do forno. Unhummm, biscoitão feião, mas nada ordinário. Acompanha muito bem café, chá e chocolate quente.
Depois de muito tempo e outros muitos bicoitos, descobri que eles podem ter variações infinitas, doces ou salgadas.
Ontem arrumando uma gaveta com recortes e receitas, encontrei essa receita rabiscada num velho pedaço de papel, e resolvi reproduzir.
Muito facil de fazer e ficaram fofinhos. Descobri porque não são tão bonitões...(*) a massa não pode ser muito trabalhada nem alisada, senão emborracha.
OK, agora eles até parecem bonitinhos...afinal fui eu que fiz!

Ingredientes:
2 xic. (chá) de farinha de trigo
1/3 xic. (chá) de açúcar
2 1/2 col. (chá) de fermento em pó
1/4 col. (chá) de sal
1/3 xic. (chá) de manteiga sem sal
180 ml de leite
1 col. (chá) raspas de limão
1/2 xic. (chá) de cranberries frescas cortadas ao meio - usei cranberries secas
1 col. (sopa) de leite para pincelar os scones
1/4 xic. de amêndoas peladas em lascas - para espalhar sobre os scones

Modo de Preparar:
Numa tigela grande peneirar a farinha, açucar, sal e fermento. Juntar a manteiga gelada, cortada em pedacinhos e agregar aos ingredientes secos até formar uma mistura esfarelada. (*) Lembrar que a massa não deve ser muito trabalhada.
Formar uma bola e levar para uma surperficie enfarinhada, modelar um circulo de 20 cm e 3.5 cm de espessura. Cortar como pizza - total 8 fatias em forma de triangulo.
Colocar numa forma untada e forrada com papel manteiga. Pincelar as fatias com leite e cobrir com as lascas de amêndoas.
Assar por 20 minutos na prateleira do meio, em forno pré-aquecido (400 ºF / 205ºC).
Transferir para uma grade até esfriar.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

file de linguado recheado com caranguejo

Esse foi nosso jantar dia 14 de Fevereiro.
A receita nao veio de nenhuma revista ou livro famoso, mas sim de uma amiga que faz muito bem feitos, pecados e frutos do mar.

4 files (grandes) de linguado
1 xic. (cha) de carne de caranguejo
3 col. (sopa) de queijo cremoso (tipo neufchatel)
2 col. (sopa) de farelo de pão
1/2 xic. (cha) de pimentao vermelho picadinho
1 col. (cafe) mostarda Dijon
1 col. (cha) de paprika doce
1/2 xicara de uma mistura de salsa, cebolinha verde e coentro picadinhos
sal e pimenta-do-reino a gosto
Misture bem para agregar os ingredientes.

2 col. (sopa) de alcaparras e azeite para assar.

Preparo:
Seque os files com papel toalha e sapique com sal e pimenta. Espalhe proporcionalmente o recheio sobre os files. Enrole cada file e prenda a parte que se sobrepoe com um palito de madeira ou metal. Num prato refratario coloque um pouco de azeite, coloque os files com a parte sobreposta para baixo. Regue com chuviscos de azeite, espalhe as alcaparras e leve ao forno pre-aquecido (370ºF / 190ºC) por 20 min. cobertos com papel aluminio.
obs.: Para nao quebrar a carne delicada do peixe, bom usar uma espatula larga para retirar do refratario.

- Eu servi com batatas cozidas, passadas no azeite quente com salsinha picada e espinafre salteado com alho.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Happy Valentine's Day

Especial homenagem ao meu Amor, exclusivo e favorito chef!



Amar é...
ter um bonitão que cozinha (e bem), enquanto sua bonitinha descansa...




Sou mesmo uma mulher de muita sorte!!!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

sábado, 9 de fevereiro de 2008

polenta cake - bolo de polenta


Ultimamente venho me aventurando para usar alguns produtos brasileiros que comprei na loja dos simpáticos lusitanos. Claro que alguns dos produtos eu já conhecia, mas outros, novidade total . Um deles é a kipolenta. Eu adoro polenta, por isso comprei. Mas tambem gosto de bolo. Aí, vendo essa receita na embalagem, não resisti e resolvi arriscar. De acordo com o degustador oficial desta casa, o bolo foi aprovado - ah, e devorado!

Bolo de Polenta:
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de farinha de milho fina pre-cozida (kipolenta)
2 xícaras (chá) de leite
2 xícaras (chá) de açúcar
3/4 xícara (chá) de oleo - usei de canola
1 xícara (chá) de coco ralado - usei seco
4 ovos
1 col. (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparar:
Em uma panela de fundo grosso misture a farinha de milho, o leite, o açúcar e o oleo. Leve ao fogo médio e cozinhe por 3 a 4 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar. Junto o coco, as gemas, misture bem. Junte as claras batidas neve e o fermento. Despeje a mistura em fôrma untada e enfarinhada. Leve ao forno pre-aquecido e asse por 40 minutos.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

almoço nada frugal - ny steak com gorgonzola e espinafre

Finalmente se foi o último ny steak da grande fiesta. Como já tinha sido grelhado e estava refrigerado, coloquei para aquecer no broiler por 3 minutos de um lado, virei e coloquei umas lascas de queijo gorgonzola por cima, voltei ao broiler até derreter o queijo. Servi com um maço de espinafres que foi refoguado em 1 colher de azeite com 1 dente de alho picado.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

baked tapioca pudding

pudim de tapioca assado

Domingo passado tivemos o Super Bowl - final do campeonato de football americano - uma tradição. É um evento muito esperado e comentado, transmitido em rede nacional, com shows de artistas famosos, exibição dos mais caros comerciais da TV que são muitas vezes os mais engraçados. Os comerciais costumam atrair tantos fans quanto a propria partida. Não menos famosas são tambem as comidas típicas consumidas no domingão do SB.
Aqui em casa, paralelo ao jogão, tinhamos uma outra atração bem brasileira; desfiles do carnaval, diretamente do Rio de Janeiro pela TV Globo via satelite. Cá entre nós, não sei o que mais atraia nossos convidados, samba ou football...
Com um grupo "melting pot" desse, a comida preparada e servida não escapou das diferentes influencias. E mais uma vez, nossa mania de exageros resultou numa semana "quase" inteira de folga do fogão e uma geladeira cheia de sobras: NY steaks, cogumelos gigantes, farofa, feijão preto com paio, pães, salgadinhos, etc...que estão sendo repaginandos aqui, alterados com uma saladinha ali, até que tudo se acabe.

Para quebrar a rotina do esquenta e inventa, resolvi fazer um Pudim de Tapioca que vi aqui.
A receita abaixo é a original. Na minha versão fiz essas alterações: usei 4 ovos e não fiz a calda de caramelo. Achei o resultado bem interessante, mas da proxima vez vou fazer a calda de caramelo, ou talvez, servir com um butterscotch em separado, porque faltou mesmo um "que" de doçura.

Ingredientes:
-1 xícara (chá) de farinha de tapioca
- 600 ml de leite
- 4 colheres (sopa) de coco ralado seco
- 400 ml de leite de coco
- 1 lata de leite condensado
- 6 gemas (usei 4)
- 1 colher (sopa) de margarina derretida
- 6 claras batidas em ponto de neve (usei 4)
- 2 xícaras (chá) de açúcar cristal para caramelizar (não fiz - usei forma retangular untada com manteiga e salpicada com açúcar)

Preparo:
Numa tigela coloque a farinha de tapioca, o leite e o coco ralado e deixe hidratando por +/- 4 horas em temperatura ambiente.
Transfira a mistura acima para uma batedeira e acrescente o leite de coco, o leite condensado, as gemas e a margarina derretida.
Bata bem por +/- 3 minutos até dissolver os grumos da tapioca.
Junte delicadamente as claras batidas em ponto de neve.
Caramelize uma fôrma de pudim com o açúcar cristal e coloque a mistura da tapioca. Leve ao forno pré-aquecido a 180 ºC, em banho-maria por 1 hora e 10 minutos ou até que enfiando um palito o mesmo saia limpo. Desenforme frio.

DICA: Para o banho-maria coloque água quente para não retardar o processo de cozimento