quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

very welcome 2009

Mais um dia... e um Ano Novo vai chegar a esta estação.
'Nesta viagem, se não puder ser o maquinista, seja seu mais divertido passageiro.
Procure um lugar próximo à janela, desfrute cada uma das paisagens que o tempo lhe oferecer, com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não lhe deixam ver os caminhos que estão por vir.
Procure curtir a viagem da vida, observando cada arbusto, cada riacho, beirais de estrada e tons mutantes de paisagem.
Desdobre o mapa e planeje roteiros.
Preste atenção em cada ponto de parada e fique atento ao apito da partida.
E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou, não hesite.
Desembarque nela os seus sonhos...'

Desejo que a sua viagem pelos dias do próximo ano seja de primeira classe.

Que tenhamos todos um maravilhoso Ano Novo!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Happy b'day my father

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Feliz Natal!

Que o Natal não seja apenas uma data, seja sim um estado de espírito.
Desejo a todos um Feliz Natal.

May Joy and Happiness accompany you wherever you are.

domingo, 21 de dezembro de 2008

Bolo de frutas com especiarias e calda de rum


Já deveria ter colocado esse post antes, mas o tempo anda curto e a correria esta grande. Esse bolo parece perfeito para a época do Natal. A principio pode parecer complicado pela lista grande de ingredientes, mas tendo todos os ingredientes em mãos, e um bolo muito fácil de fazer.
Ele já estava na mira faz bastante tempo, e me arrependo de não te-lo feito antes, pois resulta num bolo delicioso e muito aromático.
A receita copiei de algum lugar, mas infelizmente não anotei, provavelmente de alguma revista numa sala de espera em consultório medico.
Fiz algumas alterações, principalmente nas quantidades de açucares pedidos, afinal as frutas que vão no bolo já são bastante doces. Parece que acertei no meu julgamento e estou postando do jeito que fiz.
Ah, rende um bolo bem grande ou 2 pequenos.

Ingredientes do Bolo:
2 2/3 de farinha de trigo
1 1/2 col. (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 col. (chá) de canela moída
1/2 col. (chá) de noz moscada moída
1/4 col. (chá) de gengibre ralada - se não tiver fresca, usar em pó
1/4 col. (chá) cardamomo moído
6 col. (sopa) de manteiga sem sal
1 xic. de açucar mascavo - escuro
2 ovos grandes
3 col. (sopa) de mel
2 col. (chá) de extrato puro de baunilha
1/2 xic. de leite de coco
1 xic. de abacaxi fresco , picado em pedaços pequenos
2 bananas bem maduras amassadas (1 xic)
1 xic. de coco ralado - seco - tostado
1/2 xic. de uvas passas - usei brancas
3/4 xic. de pistachios tostados, grosseiramente picados

Calda para cobrir o bolo: feita com2 col. (sopa) de mel dissolvido em 1/2 xíc. de leite quente e 1/2 xic. de rum.

Preparo do bolo:
Numa tigela junte os 7 primeiros ingredientes (secos), reserve.

Na tigela da batedeira bata bem a manteiga e o açucar ate ficar cremoso. Ainda batendo junte os ovos e bata bem. Junte o mel, baunilha, e o leite de coco. Diminua a velocidade e adicione a banana. Ainda em velocidade baixa junte os ingredientes secos ate incorporar bem. Desligue a batedeira e junte o abacaxi, passas, coco e pistachios, misture bem com uma espátula. Coloque a massa em forma untada e forrada com papel manteiga. Leve ao forno pré-aquecido 160ºC e asse por 40 a 45 minutos ou estejam dourados. *Sempre faço o teste do palito no centro do bolo, se sair limpo esta cozido por dentro.

Transferir o bolo para uma grade. Depois de morno, desenforme e coloque no prato de servir, com o lado de cima para cima, não inverta esse bolo. Use um palito e faça furos sobre o bolo e regue com a calda de rum. Decore com pistachios tostados e quebrados, ou com coco ralado.

sábado, 20 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Empanadas de Frango


Com um frio de doer os ossos, nada melhor que cozinhar ao forno. E como ando numa fase bem "baker", fiz essas empanadas para levar a um brunch na casa de amigos no Domingo passado.

Ingredientes da Massa:
3 xic. de farinha de trigo
1/4 col. (chá) de sal
1/2 xic. de manteiga sem sal, gelada - cortada em pequenos pedaços
1 ovo
4 a 5 col. (sopa) de agua gelada - colocar aos poucos pois as vezes não é necessário toda a agua.
1 col. (sopa) de vinagre branco
Preparo: Coloque a farinha e a manteiga no processador e use a função pulse algumas vezes, junte o sal, o ovo e o vinagre e pulse mais algumas vezes - junte a agua aos poucos pulsando a cada adição - a massa terá a aparência granulada de uma farofa grossa. Com as mãos forme uma bola, embrulhe em filme plástico e leve a geladeira por no mínimo uma hora. Depois disso, em superfície enfarinhada abra a massa com o rolo e corte em discos - do tamanho que desejar.
 
Ingredientes do Recheio
400 g. de files de peito de frango picado a faca
3 col. (sopa) de azeite de oliva
1 cebola media ralada
2 dentes de alho amassados
sal e pimenta moída, a gosto
1 col. (cha) de cominho moído
1 col.(cha) de paprika doce defumada - smoked spanish paprika
1/4 xic. de pimentão vermelho picado
1/2 xic. de azeitonas verdes picadas
1 xic. de queijo tipo Monterey Jack ralado grosso
Salsa fresca picada - a gosto
Preparo: Refogar a cebola e alho no azeite ate ficar translucido e juntar o frango ate ficar levemente dourado. Juntar sal, pimenta, cominho, pimentão, azeitonas e salsa e refoge mais um pouco. Retire do fogo, deixe esfriar e junte o queijo ralado.
Use porçoes para rechear os círculos e formar as empanadas.
Se preferir, pincele as empanadas com um ovo batido antes de leva-las ao forno. Não usei.
Leve para assar em tabuleiros levemente untados em forno pré-aquecido 190ºC por mais ou menos 25 minutos - o tempo de forno pode variar dependendo do tamanho das empanadas.

Aqui fotos da linda mesa com decoração super caprichada, feita pela querida amiga.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Castanhas assadas

Deliciosas!
Basta leva-las ao forno embrulhadas em papel manteiga levemente untado. E para retirar mais facilmente as cascas, fazer um corte em cruz antes de assa-las.


Inverno...

com pouca chuva, ceu azul, muito frio e alguma neve nos topos das montanhas mais altas.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Stuffed Medjool Dates / Tâmaras Recheadas




"Original de Marrocos, a Tâmara de Medjool era reservada para anfitriões reais e outros dignatários. Séculos mais tarde, no anos de 1920', doenças ameaçaram a existência da Tâmara de Medjool em Marrocos. Em um movimento radical para conservar a Medjool, o Chariff de Marrocos deu aos Estados Unidos, 11 palmeiras imaturas para replantar. Um lugar em particular que a palmeira deu-se muito bem é o Bard Valley. As palmeiras florescem no calor seco e na baixa precipitação com uma terra enriquecida dos rios de passagem, Colorado e Gila. A proximidade a estes rios permite a irrigação abundante para a estrutura da raiz das árvores. O Bard Valley produz agora 70% das Tâmaras de Medjool no mercado dos Estados Unidos. A palmeira de Tâmara (Phoenix Dactylifera) é sabida como " A árvore da Vida" e é um símbolo sagrado aos povos muçulmanos. A árvore teve muitos usos nas culturas do Oriente Médio. Forneceu o abrigo, o combustível, os materiais de construção, as fibras para tecer roupas e fazer cestas, e mais importante ainda - alimento. As Tâmaras são talvez da colheita de árvore a mais velha cultivada pelo homem. Há mais de 5000 anos esta árvore valiosa ajuda a sustentar os povos nómadas do deserto do Oriente Médio e da África do norte. Tâmaras foram encontradas em uns frascos de barro nos túmulos dos Faraós e dos Reis, assim colocadas para dar-lhes a subsistência necessária na viagem para o alem."

Agora a receita das Tâmaras recheadas que vai bem para a mesa de sobremesas do Natal. Muito simples, fácil de fazer e deliciosa.
Ingredientes do Recheio
120 g. de cream cheese ou mascarpone
1 col. (sopa) de açúcar
1 col. (chá) de extrato de baunilha
1 col. (sopa) de suco de laranja
1 col. (chá) de raspas finas de laranja (zest)

16 Tâmaras abertas só de um lado no sentido do comprimento, sem caroços.

Canela ou noz-moscada moídas a gosto - para pulverizar

Preparo:
Misturar bem os ingredientes e rechear as Tâmaras.
Pulverizar com a canela ou noz moscada a gosto.

Fonte do texto aqui / tradução livre

domingo, 7 de dezembro de 2008

Xmas' Hungarian Beigli


Esses rolos de Nozes e de Sementes de Papoula são populares treats de Natal na Hungria. Creio que em boa parte do Leste Europeu.George gosta muito deles e seu favorito é o de sementes de papoula. Ele tem historias bem engraçadas de quando era menino, e que por gostar tanto dele, alem de comer os que sua mãe preparava, sempre procurava saber se a mãe dos amiguinhos os tinha preparado também, para então dar um jeito de ser convidado para o lanche na casa deles. Que guloso!!!

Nunca os fiz antes, mas estava determinada a fazê-los neste Sábado, e fiz. Devo confessar sem nenhuma modéstia que fui aprovada por ele e por mim mesma. A receita que fiz rendeu quatro rolos - 2 de cada sabor - e saíram muito bons. Massa fininha e muito recheio, alias como deve ser.

Receita:
Ingredientes para a massa:
500 g. de farinha de trigo
150 ml. de sour cream
170 g. de manteiga sem sal - gelada
20 g. de fermento fresco para pão - pode-se usar o seco
1 ovo grande
50 g. de açúcar - usei cru, amarelo
1 pitada de sal

Preparo: Aqueça o sour cream levemente, junte o fermento esfarelado, misture e reserve. Na tigela da batedeira peneire a farinha, junte o açúcar, sal e a manteiga cortada em pedacinhos. Misture com o gancho até obter uma farofa grossa. Junte a mistura de fermento e o ovo levemente batido. Continue misturando ate obter uma massa lisa. Caso necessário agregue mais um pouco de farinha. Divida a massa em 4 partes iguais, embrulhe separadamente em filme plástico e leve a geladeira por no mínimo 2 horas. Enquanto isso prepare os recheios.

Recheio de Sementes de Papoula:
200 g. de sementes de papoula moídas - não moí
150 g. de açúcar
100 ml. de agua filtrada
1 col. (cha) de extrato de baunilha
50 g. de uvas passas hidratadas em 50 ml. de rum - e depois bem escorridas
Raspas da casca de um limão
1 col. (chá) de canela moída

Preparo: Ferva a agua com o açúcar ate obter um xarope. Retirar do fogo e juntar os demais ingredientes, deixar esfriar.

Recheio de Nozes:
400 g. de nozes moídas
200 g. de açúcar
100 ml. de leite
50 g. de uvas passas hidratadas em 50 ml. de rum - e depois escorridas
Raspas da casca de uma laranja
1 col. (chá) de extrato de baunilha
Preparo: Leva o leite e o açúcar ao fogo baixo mexendo sempre ate engrossar como um xarope. Retirar do fogo e juntar os demais ingredientes. Deixar esfriar.

Preparando os rolos: 2 de Papoula e 2 de Nozes.
Numa bancada enfarinhada, com a ajuda de um rolo de madeira, estique cada porção de massa formando retangulo com 1/2 cm de espessura.Espalhe o recheio (metade) sobre a massa evitando os 3 cm das bordas. Vire essas bordas para dentro, isso evitara que o recheio escape quando assar. Enrole os retangulos começando pelo lado menor, coloque em tabuleiro forrado com papel manteiga untado, com a emenda pra baixo. Depois de enrolado os quatro, cubra com filme plástico e deixe descansar por 30 minutos. Depois disso, faca pequenos furos nos rolos (isso evita que rachem enquanto assam) e leve para assar em forno pré-aquecido a 180 ºC em torno de 40 minutos - dependendo do forno.Não abrir o forno nos primeiros 20 minutos. Se quiser, depois de 20 minutos de forno pode pincelar os rolos com uma gema diluída em uma colher de leite.***Não me agrada nada o gosto e cheiro de gema na crosta, então usei um jeitinho de aprendi com minha mãe: 10 minutos antes de tira os rolos do forno, pincelei toda a crosta com café extra forte adoçado. Isso garante uma cor bonita e brilhante. Outra opção é só polvilhar açúcar de confeiteiro depois de pronto.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Adoçando a vida

... com chocolate branco, cranberries e laranja.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Breakfast

Ideia simples para caprichar no café da manha, principalmente no fim de semana, quando se tem mais tempo pra fazer e comer com calma.

Ovos frescos de boa procedência, fatias finas de prosciutto, fatias de queijo Manchego, pimenta moída e alguns minutos no forno.



segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Kolbasz - linguiça húngara


Passado Thanksgiving ninguém quer mais ouvir falar de peru. Nos últimos quatro anos, passamos o evento na casa de amigos queridos, então não temos sobras, mesmo com a insistência deles para trazermos algum "leftover" pra casa. E para variar um pouco, na sexta George resolveu fazer a tradicional kolbasz. Sempre que possível nessa época do ano, ele costuma fazer linguiça. Húngara, of course. Acho que mantendo a tradição ainda dos tempos de Hungria, onde na área rural os camponeses matavam os porcos que engordavam durante a primavera-verão para que tivessem carnes durante o inverno rigoroso. Tradição que é mantida la ainda nos dias de hoje. Os vizinhos se revezam e ajudam nos afazeres que sempre terminam em festa, pois depois de trabalhar o porco separar devidamente as carnes e preparar as linguiças, sentam para comer e beber, muuuuiiiito.
Os portugueses pelo que sei também tem tradição parecida, a que chamam de "a matança do porco". Sei que aqui perto em Santa Clara, a comunidade Portuguesa promove esse tipo de evento - que ainda não tivemos a oportunidade de conferir.
Mas voltando aqui em casa - nossa vida cosmopolita não nos permite ter a matança do porco, mas compramos carne de boa procedência, colocamos o avental e mãos a obra.
Desta vez fizemos com 10 quilos de carne. Eu me incluindo nessa historia, mas devo esclarecer que quem as faz a linguiça é o George, sou só sua principal - e única ajudante. A grande quantidade e de propósito, para ser distribuída aos amigos. Isso também já se tornou tradição, a linguiça é famosa e muito apreciada.
Com a mesma mistura para linguiça fizemos meatloaf recheado com ovos e cenoura, que acompanhado de mais linguiça, batatas e espinafres, foi servido aos amigos no almoço de Sábado. Depois cada um recebeu seu pacote de linguiças devidamente rotulado, pra levar pra casa.
Como quase todos que cozinham só por prazer, ele a faz sempre do mesmo jeito. O mesmo corte de carne com as mesmas especiarias. Mas não tem uma receita que especifica as quantidades, ele "faz a olho" ou seria pratica!
Ainda não foi dessa vez que consegui pesar ou medir os ingredientes para divulgar a receita, mas prometo fazê-lo da próxima vez, o que provavelmente acontecera no inicio de Janeiro.
Por hora só as fotos.

sábado, 29 de novembro de 2008

Flower Power

Muita tristeza pelas pessoas atingidas por catástrofes naturais em Santa Catarina. Idem, pelas atingidas por catástrofes não naturais em Mumbai, India.
May God have Mercy.


quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Our Gratitude

Mais um ano de incontaveis bençaos e preces atendidas.
A saúde que venceu as fortes turbulências.
A família que mesmo distante se mantém unida. A chegada dos primeiros gémeos a ela.
A casa, trabalho e dignidade mantidos.
A mesa sempre farta. Os amigos de sempre, e os novos amigos.
Pela esperança renovada numa eleição.
Pela Paz e Amor ao nosso redor, e nossos corações.
Por tudo isso e muito, muito mais... We are thankful!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Cranberry





Época de cranberries frescas. Fruta deliciosa que cresce nos brejos do Leste da América do Norte, e que ultimamente, ganhou moderno status de "superfood". Dizem tambem ser uma das três únicas frutas nativas da America do Norte. Bem, disso não tenho certeza, mas certeza tenho sim, que gosto muito delas. Já tive oportunidade de ver como crescem e são colhidas no Estado do Maine. Todos os anos a essa altura, a historia se repete e elas frescas, lindas e vermelhas aparecem co-estrelando com abóboras, perus, etc. no jantar de Thanksgiving. Esta semana fiz cranberry sauce, que já esta a acabar. Mas já tenho alguns pacotes delas na geladeira que logo se transformarão em sauce. Muito fácil de fazer e não toma muito tempo. Um delicioso acompanhamento para carnes, sobremesas, yogurt, pancakes...



Receita:

350 gr de cranberries frescas ( se não as tiver frescas pode usar congeladas)

1 xic. (200 gr) de açúcar - usei o amarelo integral

1 xic. (255 ml) de agua - ou suco de laranja

Casca de uma laranja - só a parte amarela - cortada bem fino.

Preparo: Coloque tudo numa panela (que não oxide) e leve para cozinhar em fogo médio -baixo por 10 minutos, misturando levemente de vez em quando. Se quiser manter as frutas inteiras, misture com cuidado para não quebra-las. Se não usar de imediato, deixe esfriar e mantenha na geladeira.

Nota: Informações, curiosidades e fotos aqui.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Voltando... in slow motion



Chegamos da azul e ensolarada Florida, felizes!!!

Nesse meio tempo elegemos nosso novo Presidente. No dia da eleição estavamos away, mas já tinhamos garantido a ele nossos votos, antecipadamente pelo correio - opção muito pratica.
Do nosso quarto de hotel em Key West, acompanhamos com grande expectativa os resultados parciais, e finalmente comemoramos com alegria a vitoria tão esperada.
Também celebramos nosso aniversario de casamento. Mais um ano de muito companheirismo e amor.
Indo a Florida, vale a pena reservar um tempo para ir conhecer Florida Keys. Melhor ir entre Novembro / Maio, época 'off ' furacões.
Já estivemos em Miami outras vezes, mas sem tempo suficiente de fazê-lo, até então. Desta vez fizemos o que planejamos e valeu muito. Ainda temos nos olhos aquela imensidão azul de águas cristalinas, contrastando com o verde forte e vigoroso da vegetação tropical. Muita historia, gente sorridente, curiosidades locais e muita comida boa. Ah, tem o imperdivel por-do-sol em Key West, maravilhoso espetaculo da mãe natureza a se repetir diariamente.
Nossos dias naquele clima tropicaliente foram bastante revigorantes.

Na volta, para nossa total alegria, uma agradável surpresa. Nossa Bay Area que já devia estar num clima fresco (leia-se frio) de Outono-Inverno nos recebeu com ares de Primavera, com dias quentes de céu azul.

Assim que a ressaca das ferias for passando, vou colocando aqui aos poucos alguns fatos & fotos desta viagem.

Obrigada pelos comentários e votos carinhosos aqui deixados.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008